Ministério das Relações Exteriores
Política

Autarquias capitalizam cooperação Angola-Cabo Verde

Rubricaram o documento, pela parte angolana, o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto, e pela cabo-verdiana, o titular dos Negócios Estrangeiros, Luís Filipe Tavares.

A República de Cabo Verde, que já realiza eleições autárquicas desde 1992, no quadro da consolidação do processo democrático, tem uma certa experiência na administração autárquica.

Angola deverá realizar as suas primeiras eleições autárquicas em 2020.

A assinatura do referido acordo, testemunhada pelo Presidente da República, João Lourenço, enquadra-se no programa da visita oficial, de três dias, que o chefe do governo cabo-verdiano, José Ulisses Correia e Silva, efectua a Angola.

Conversações

Antes da cerimónia de assinatura do acordo, o Presidente angolano, João Lourenço, e o Primeiro-ministro de Cabo Verde, José Ulisses Correia e Silva, reuniram-se em privado, tendo as duas entidades manifestado a intenção de consolidarem e aprofundarem as relações de cooperação entre os países.

Os dois chefes de governos passaram em revista questões de interesse bilateral e multilateral, tendo concluído, a nível da cooperação político diplomática, a reactivação do mecanismo da comissão mista e parceria bilateral, a ter lugar de dois em dois anos de forma intercalada nos dois países.

Concluíram a necessidade da promoção de visitas mútuas a nível ministerial e técnico, nos mais diversos sectores e domínios, a nível central, municipal, empresarial, académico e da sociedade civil.

Os dois países decidiram ainda construir equipas técnicas de peritos, com o objectivo de rever e adaptar os instrumentos jurídicos já existentes.

A visita oficial do primeiro-ministro de Cabo Verde a capital terminou na passada terça-feira, 1 de Maio, Dia Internacional do trabalhador.